Leia

Carmem Costa encarnou a voz negra antes da negritude ser posição política.